Comunicação

Comunicação

Clipping

O jeito certo e o errado dos exercícios: dicas para evitar lesões01/10/2020

Não são todas as pessoas que contam com a supervisão de personal trainer ao realizar exercícios físicos funcionais e, assim, executá-los corretamente. Alguns enganos podem ser cometidos até por quem é mais experiente. Se mesmo antes da pandemia de Covid-19, quando era possível treinar na academia e sob o olhar dos profissionais de Educação Física, erros em movimentos importantes e presentes nas séries de indivíduos de diferentes níveis de condicionamento já eram comuns, agora, por conta das restrições impostas pela doença causada pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2), é de se imaginar que esse risco é maior. Ao treinar em casa, muitas vezes sem orientação, aumenta-se a chance de descuidos na postura ao executar, por exemplo, abdominais, agachamento e flexão de braço, que estão entre os movimentos mais comumente realizados de forma errada durante a malhação. Para ajudar quem está mantendo a rotina de treinos indoor, quem ainda precisa deixar o sedentarismo de lado nesse momento de reclusão ou quer acertar em cheio quando voltar à academia, o EU Atleta conversou com o profissional de Educação Física Bruno Leal [CREF 023348-G/RJ], especialista em treinamento funcional e de força, que mostra o certo e o errado em alguns exercícios fundamentais.

Nossa ideia é conhecer os exercícios que as pessoas geralmente executam de maneira errada e entender como podem ser feitos corretamente para proporcionar os benefícios esperados. E, mais do que isso, prevenir o risco de impactos às articulações, que podem causar lesões e dores. A seguir, Leal alerta sobre erros e acertos ao fazer cinco exercícios funcionais muito comuns. Mas reforça a importância de consultar um profissional de Educação Física para um treino segmentado e que considere as particularidades e objetivos de cada indivíduo. (...)




Fonte: Eu Atleta