Comunicação

Comunicação

Clipping

Especialistas alertam para o aumento do sedentarismo na pandemia19/10/2020

O isolamento social que a pandemia do novo coronavírus trouxe afetou a qualidade de vida dos brasilienses e elevou o sedentarismo da população. Isso é o que afirmam especialistas entrevistados pelo Correio. Segundo eles, o teletrabalho e o confinamento em casa acarretaram na diminuição da rotina de exercícios físicos e acendeu o alerta sobre a importância de se abordar o tema. 

“Se a gente não se adaptar a essa nova realidade, vamos sofrer muito no futuro. É necessário que a população se conscientize de que a pandemia não é um motivo para deixar de praticar atividades físicas, mas, sim, de criar uma nova meta de gasto calórico”, afirma o professor e coordenador de Educação Física do Centro Universitário Iesb, Sérgio Avelino [CREF 003561-G/DF]

(...) De acordo com a última pesquisa divulgada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), em 2017, a população do Distrito Federal foi considerada a que mais pratica esportes e atividade física no Brasil. Porém, a presidente do Sindicato das Academias do DF (Sindac-DF), Thaís Yeleni Ferreira [CREF 005459-G/DF], destaca que os hábitos mudaram com pandemia. “Nem 30% das pessoas retornaram para as academias. A situação nos preocupa, principalmente porque a prática de atividades físicas previne diversas comorbidades”, salienta a profissional. (...) 





Fonte: Correio Braziliense