Terça-feira, 25 de abril de 2017
Fale conosco
Clipping

Ex-BBB tentou registro de educador físico usando diploma falso, diz Cref 

Indiciado pela Polícia Civil de Goiás, o ex-BBB Rodrigo Carvalho, de 33 anos, tentou se registrar, em março do ano passado, no Conselho Regional de Educação Física da 14ª Região de Goiás e Tocantins (Cref 14/GO-TO), usando o diploma falso, segundo o presidente da instituição, Jovino Oliveira [CREF 000598-G/GO]. Ao identificar a fraude, o próprio órgão fez a denúncia que levou à investigação em Goiânia.

Segundo Oliveira, é de praxe que os formados em educação física compareçam ao Cref para se registrar. Segundo ele, o ex-BBB foi ao conselho levando um diploma e documentos pessoais, mas, quando a instituição foi checar as informações, a Universidade Salgado de Oliveira (Universo) negou ter emitido o certificado e informou que Rodrigo não estudou lá.

“Ele agiu como uma pessoa normal, apresentou a documentação para fazer o registro, mas, como é de praxe, solicitamos a documentação da instituição de ensino para fazer a comparação. Porém, a universidade disse que ele nunca foi aluno lá ou frequentou qualquer aula”, disse ao G1. O G1 entrou em contato com a Universo por telefone e aguarda um parecer sobre o caso.

Indiciado


O ex-BBB Rodrigo Carvalho prestou depoimento à Polícia Civil na última sexta-feira (10) e, segundo o delegado Eli José de Oliveira, titular do 4º DP da capital, confessou ter comprado o diploma de educação física. Ele foi liberado e deve responder em liberdade. Se condenado, poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão.

O G1 não conseguiu localizar a nova defesa de Rodrigo. Quando foi depor, ele estava acompanhado do advogado Hildebrando Loures de Mendonça. No entanto, ele não representa mais o ex-BBB. Segundo ele, a família alegou que Rodrigo havia perdido o emprego e não teria condições de arcar com seus honorários.

Mesmo após ser indiciado, o ex-BBB também segue trabalhando como estagiário na academia Body Gyn, como informou a gerência da unidade ao G1. O estabelecimento afirma que não foi notificado a respeito do indiciamento e só tomará qualquer decisão "a partir do momento que souber o que aconteceu".

Fonte:  G1

O Conselho Legislação Sistema CONFEF/CREFs Registrados Inscrição/Registro Comunicação Utilidades Eleição CONFEF 2016