Segunda-feira, 26 de junho de 2017
Fale conosco
Clipping

O que é e como prevenir a Tríade da mulher atleta 

Um quadro muito comum em mulheres com nível de treinamento elevado é a Tríade da mulher atleta, uma síndrome composta por distúrbios alimentares, entre os quais estão a anorexia nervosa e a bulimia. Também compõem a síndrome eventos como a amenorreia primária (retardo da menarca – menstruação) e a amenorreia secundária (ausência de três ou mais ciclos menstruais após a menarca), além de casos de osteoporose precoce devido à redução na produção de hormônios ovarianos, e hipoestrogenemia, em decorrência de uma amenorreia hipotalâmica.

Com a massificação dos corpos “sarados” via mídias sociais, cada vez mais, mulheres comuns se espelham nas rotinas de treinamentos altamente extenuantes para tentar adquirir o corpo esbelto, com baixo nível de percentual de gordura e músculos aparentes. Há que se tomar muito cuidado com essa corrida pelo corpo perfeito.

Prefira a prescrição e acompanhamento de treino feito por quem estudou para isso, os profissionais de Educação Física. Para esses, aliás, é preciso bom senso para não cometer excessos que possam prejudicar seus alunos. O mesmo deve valer para os profissionais de nutrição, que também tenham bom senso e não sigam modinhas, muitas vezes passageiras. O acompanhamento médico é igualmente importante para nortear os níveis hormonais e para exames de rotina.

Os componentes da Tríade estão inter-relacionados e não ocorrem apenas em atletas. Estão presentes também em mulheres que realizam uma série de atividades físicas ao longo do dia e semanas. Os efeitos são queda no desempenho físico, maior cansaço no dia a dia, fraqueza muscular, desânimo e depressão. Há, ainda, aumento da morbidade clínica e psicológica, assim como um aumento da mortalidade.

Fique alerta


Cuidado com a redução da massa corporal ou percentual de gordura excessiva, pois tais reduções podem estimular a prática alimentar inadequada e favorecer um quadro de desnutrição. A redução de massa corporal rápida também pode levar a perda de massa muscular, fato este nada interessante para o desempenho físico, assim como para a manutenção da perda de gordura corporal.

A prevenção da Tríade pode ser feita seguindo uma rotina de treinamento periodizado e ajustado a cada necessidade e pessoa, bem como a alimentação deve estar ajustada as rotinas de treinamento. Saúde é coisa séria, não brinque com a sua.

Fonte:  Gazeta Esportiva

O Conselho Legislação Sistema CONFEF/CREFs Registrados Inscrição/Registro Comunicação Utilidades Eleição CONFEF 2016