Terça-feira, 25 de abril de 2017
Fale conosco
Clipping

USP aponta que atividade física é mais eficaz que dieta contra osteoporose na menopausa 

Um estudo realizado por pesquisadores da USP confirmou a eficácia da atividade física na prevenção da osteoporose para mulheres em menopausa. Segundo a pesquisa divulgada pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), o hábito de se exercitar se mostrou mais relevante para a saúde óssea após os 50 anos do que a alimentação, que também influencia na disfunção. (...)

"A ausência do estrógeno observada na menopausa resulta na interferência na homeostase óssea e acaba interferindo na remodelação óssea, havendo assim uma perda óssea. Existem estudos que apontam que nos cinco primeiros anos há perda de 10% a 15% da massa óssea, podendo chegar a 30% ou 40% após a menopausa", afirma Ana Paula Macedo, pesquisadora responsável pelo estudo feito em Ribeirão Preto, no laboratório de bioengenharia da FMRP.

Atividade física e dieta


Evitar uma alimentação rica em gorduras é uma maneira de evitar futuros problemas nos ossos, mas, após um ano de testes de laboratório, os pesquisadores levantaram evidências de que atividades físicas como correr na esteira, por exemplo, são mais determinantes.

"Principalmente se ele for praticado mesmo antes da menopausa ou logo no início dela você vai ter uma ação preventiva do exercício sobre a massa óssea, uma vez que na prática do exercício você tem a estimulação mecânica do osso para a sua remodelação", afirma Ana Paula. (...)

Fonte:  G1

O Conselho Legislação Sistema CONFEF/CREFs Registrados Inscrição/Registro Comunicação Utilidades Eleição CONFEF 2016