Quarta-feira, 26 de julho de 2017
Fale conosco
Clipping

É preciso dar escala à prática do exercício como terapia 

Em várias matérias publicadas no blog “Medicina e Exercício”, temos pontuados a importância da atividade e do exercício físico como ferramentas fundamentais para prevenção e tratamento das mais diversas doenças. A literatura relacionada à ciência do exercício é vasta e robusta em evidências sólidas sobre os mecanismos que explicam os benefícios do exercício na saúde. A constatação inquestionável nos leva uma indagação: por que então temos tão poucos serviços e políticas públicas direcionados ao uso do exercício como ferramenta terapêutica?

A própria medicina falha ao dar muito mais valor ao excesso de remédios e procedimentos do que a medidas simples de mudança de estilo de vida. Não queremos dizer com isso que o avanço relacionado à farmacologia e às novas tecnologias em saúde não são de extrema importância. Contudo, não podem ser mais importantes do que estimular nossos pacientes a se exercitarem, ter hábitos alimentares e de vida mais saudáveis. Vale refletir: durante uma consulta, quantas vezes o seu médico falou sobre a importância do exercício físico, e como ele atua, por exemplo, para regular sua glicemia ou sua pressão arterial?  

Mais algumas indagações: você que já sofreu um infarto cardíaco ou foi submetido a uma cirurgia de revascularização miocárdica ou colocação de um stent sabia que sua recuperação após um evento é muito mais rápida e melhor quando faz parte de um programa de exercícios? Você já ouviu falar em reabilitação cardíaca? Você sabia que a Agência Nacional de Saúde tem no rol de seus procedimentos obrigatórios a reabilitação cardíaca? E que isso quer dizer que, se o seu plano de saúde não for credenciado a um centro de reabilitação cardíaca, ele é obrigado a lhe reembolsar integralmente 36 sessões de exercícios nesses centros especializados em prescrever exercícios? (...)

Fonte:  O Globo

O Conselho Legislação Sistema CONFEF/CREFs Registrados Inscrição/Registro Comunicação Utilidades Eleição CONFEF 2016