Sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Fale conosco
Nº 153 - Janeiro 2015
Boletim Eletrônico do CONFEF
Ministério da Saúde autoriza novas bolsas de residência

Profissionais de saúde terão nova oportunidade para se especializar em áreas prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2015, o Ministério da Saúde autorizou a criação de 586 novas bolsas de residência para várias áreas de atuação. No total, 5.505 bolsas serão custeadas pelo Ministério da Saúde, sendo 3.461 bolsas para o primeiro ano e 2.044 para o segundo ano de residência.

Poderão pleitear bolsas os integrantes de 15 categorias profissionais da saúde, entre elas, a Educação Física. As novas vagas estão presentes nas cinco regiões do país e abrangem 46 programas de residência em 12 áreas prioritárias para o SUS. Para obter informações sobre as inscrições, os profissionais de saúde devem procurar as instituições que tiveram projetos selecionados para o financiamento de bolsas. A lista completa das instituições está disponível aqui.

Conselheiro Federal assume direção da Fundação de Desporto e Lazer do MS

O Profissional de Educação Física e Conselheiro Federal Marcelo Ferreira Miranda [CREF 000002-G/MS] é o novo diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). O também Profissional de Educação Física, Vagner Almeida [CREF 000387-G/MS], assume o cargo de diretor-adjunto. O anúncio foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja na noite da última terça-feira, 20/01.

“Queremos dinamizar o esporte em Mato Grosso do Sul, mas não vamos incentivar apenas o esporte de rendimento. Pretendemos desenvolver programas de promoção à atividade física e saúde. Vamos trazer para o estado mais programas do Governo Federal e procurar firmar parcerias com universidades, exército e clubes”, afirma Marcelo Miranda.

Fonte: CREF11/MS-MT

Governo de Minas determina o retorno da Educação Física ao ensino fundamental

O Governo de Minas Gerais baixou uma resolução que estabelece mudanças para a organização do calendário letivo de 2015. A Resolução 2.741 determina a volta do Profissional de Educação Física a turmas do ensino fundamental – até agora, essas aulas eram dadas pelo mestre regente, aquele professor que ensina todas as matérias.

“Tenacidade, convicção, coerência, ponderação, persistência, confiança, são alguns dos sentimentos de mineirice que guiaram o CREF6/MG nesta empreitada em prol da Educação, da Sociedade, da Profissão e do Profissional de Educação Física”, comemora o Presidente da entidade, Claudio Boschi [CREF 000003-G/MG]. Confira a íntegra da publicação aqui.

Fonte: CREF6/MG

Biblioteca CONFEF recebe obras para acervo

No mês de janeiro a Biblioteca CONFEF recebeu diversos livros sobre os mais variados temas. Apresentamos a seguir duas das obras que irão, certamente, enriquecer o nosso acervo:


O livro “Risco ergonômico do trabalho repetitivo: utilização da estesiometria da mão e força de preensão manual na prevenção e reabilitação das síndromes compressivas” traz uma série de subsídios referentes à ergonomia e estratégias incisivas, em forma de protocolos, para o enfrentamento da LER/DORT no âmbito das grandes empresas de manufatura.

A obra “Bioestatística aplicada ao movimento humano” tem como objetivo apresentar as ferramentas estatísticas como recursos auxiliares de análise e interpretação dos resultados de pesquisas executadas por alunos no decorrer do curso.


Esperamos que gostem. Boa leitura!

CREF6/MG firma parceria com curso de Pós Graduação

O Instituto de Altos Estudos de Direito (IAED), com o apoio do CREF6/MG e da Escola Nacional de Justiça Desportiva (ENAJD), oferece, pelo 2º ano consecutivo, a Pós Graduação "Direito Desportivo e Negócio no Esporte". Sob a coordenação de Paulo Bracks, advogado especialista em Direito Desportivo, o curso dispõe de acompanhamento personalizado, infraestrutura moderna e modalidades presencial ou online. Saiba mais aqui.

Novo Código Mundial Antidopagem já está em vigência

No dia 1º de janeiro entrou em vigor o novo Código Mundial Antidopagem 2015, que estabelece sanções mais rigorosas para quem cometer violação a uma das regras antidopagem. A punição para o atleta vai de quatro anos de suspensão até o banimento do esporte.

No site da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) é possível fazer o download das versões em inglês e espanhol do novo Código. O portal ainda traz novidades como: “Perguntas & Respostas” com 195 questões sobre antidopagem; sistema de busca “Consulte a Lista” para saber se o medicamento que o atleta pretende usar contém alguma substância da Lista de Substâncias e Métodos proibidos; todas as etapas do que é um Controle de Dopagem; jogos educativos para jovens e adultos; entre outros.

Fonte: ABCD

Atenção:
O Conselho Federal de Educação Física - CONFEF
não envia mensagens eletrônicas não autorizadas, sendo terminantemente contra qualquer prática de Spam.