Segunda-feira, 26 de junho de 2017
Fale conosco
Nº 160 - Maio 2015
Boletim Eletrônico do CONFEF
Encontro de Gestores de Academias do Paraná reúne mais de 130 empresários

Promovido pelo CREF9/PR em parceria com o Núcleo Setorial de Academias e Escolas de Natação (NUSA) e com o Sindicato das Academias e Atividades Afins do Noroeste do Paraná (SINACAD), o 3º Encontro de Gestores de Academias do Paraná reuniu mais de 130 empresários de todo o estado. O evento aconteceu no último dia 25, na sede da Associação Empresarial e Comercial na cidade de Maringá.

Presente no evento, o Secretário de Estado do Esporte do Mato Grosso do Sul e Conselheiro Federal, Marcelo Miranda [CREF 000002-G/MS] palestrou sobre o tema Avaliação Física. “É fundamental essa iniciativa do CREF9/PR, no sentido de oportunizar aos proprietários de academias, essas discussões de qualificar tanto a prestação de serviço como a gestão, pois é fundamental para o Profissional de Educação Física, tanto na defesa de condições de trabalho para que traga qualidade de vida para população com segurança, como na gestão profissional para que o negócio seja um sucesso, assim gerando mais empregos e valorizando a nossa classe”, afirmou.

Fonte:CREF9/PR

Profissional de Educação Física assume Fundação Municipal do Esporte de Florianópolis

Desde o mês de março a Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis (SC) conta com um Profissional de Educação Física na direção. Dilnei Preve Bittencourt [CREF 007482-G/SC] assumiu a Superintendência da Fundação com a missão de promover a reestruturação interna da instituição, além de trabalhar com o esporte da capital catarinense. “O desafio é fazer a reestruturação organizacional da FME, desde a revitalização da frota de carros, que está defasada, até o aprimoramento da legislação do Esporte da capital”, afirma Dilnei.

A meta do superintendente é criar uma equipe capacitada, baseada na contratação de novos profissionais via Concurso Público, além da valorização do quadro atual. No ano passado, a prefeitura criou por meio da Lei Complementar nº. 503, de 18 de novembro de 2014, pela primeira vez um Quadro próprio para a Fundação, com 54 vagas para diversas profissões, com destaque para as 30 vagas para Profissionais de Educação Física. “Hoje o horizonte é o resgate da autoestima de quem trabalha na Fundação Municipal de Esportes, em busca da qualidade de vida para a população”, finalizou.

Fonte: CREF3/SC

CREF2/RS realiza parceria com o Procon para fiscalizações conjuntas

O CREF2/RS e o PROCON-RS firmaram um termo de cooperação para a realização de ações de fiscalização em conjunto. O documento, elaborado pelo Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR), foi assinado por Luciane Disconzi, coordenadora jurídica do Procon-RS e por Carmen Masson [CREF 001910-G/RS], presidente do Conselho.

"Nós estamos trabalhando, com a diretoria do Procon, em um protocolo para ser implementado ainda neste ano", afirmou Fernanda Rodrigues [CREF 009604-G/RS], coordenadora do DEFOR, durante a cerimônia. "Neste documento, definimos as fiscalizações que faremos em conjunto, com um órgão se comprometendo com o outro. O nosso intuito é unir forças para podermos apurar irregularidades e tomar as medidas cabíveis em cada caso", explicou.

Além disto, a coordenadora do DEFOR adiantou que, nestas visitas de fiscalização, o Procon deve acompanhar o CREF2/RS em academias e em estabelecimentos que oferecem atividade física, para verificar se o Código de Defesa do Consumidor é cumprido. "Se não tem Profissional de Educação Física no local, o serviço não está sendo prestado. A pessoa vai à academia e contrata um serviço que não é entregue", analisa. Nas próximas semanas, Conselho e PROCON-RS voltam a se reunir para acertar o calendário de fiscalização para o restante deste ano.

Fonte: CREF2/RS

Operação conjunta interdita duas academias em Macapá (AP)

Duas academias de ginástica localizadas na Zona Sul e Central de Macapá foram interditadas durante a operação “Academia Legal”. Segundo o Procon, os estabelecimentos funcionavam sem alvará e apresentaram irregularidades na estrutura. Outras duas academias foram notificadas e têm o prazo de dez dias para se regularizarem.

A inspeção foi feita com orientação do Ministério Público Estadual, juntamente com a Vigilância Sanitária Municipal e a Seccional AP do CREF8/AM-AC-AP-PA-RO-RR. O objetivo foi verificar as condições de higiene do ambiente, aparelhos e equipamentos, os valores cobrados na mensalidade e se os empreendimentos possuem documentação para o funcionamento.


Fonte: G1
Biblioteca CONFEF: O ensino de lutas na Educação Física escolar


No mês de maio a Biblioteca CONFEF recebeu mais uma importante obra para o seu acervo. O estudo exposto na obra “Metodologia do ensino das lutas na Educação Física escolar” se caracteriza como uma ferramenta fundamentada na teoria e na prática para aplicação das lutas na Educação Física escolar e em outros ambientes pedagógicos de atuação do professor e do Profissional de Educação Física. O estudo não se esgota neste escopo, mas, é um passo inicial para a promoção das lutas rompendo o preconceito de que as lutas são promotoras da agressividade e da violência. Saiba onde encontrá-lo aqui.



CREF13/BA-SE realiza fiscalização no interior da Bahia

Entre os dias 27 e 30 de abril, o CREF13/BA-SE esteve presente nas cidades de Jequié e Vitória da Conquista. A ação, em parceria com a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária, vistoriou, ao todo, 55 estabelecimentos do interior baiano.

Em Vitória da Conquista, duas academias foram fechadas, 11 foram multadas e outras 32 receberam notificações por infração. Além disso, 12 pessoas foram flagradas exercendo ilegalmente a profissão. Já em Jequié, oito estabelecimentos foram notificados, um recebeu multa e cinco pessoas foram identificadas exercendo ilegalmente a profissão.

Para o Supervisor do Departamento de Orientação e Fiscalização do CREF13/BA-SE, Jorge Medeiros [CREF 004115-G/BA], a operação é necessária para ressaltar a importância do Profissional de Educação Física.

- Podemos constatar que o número de academias aumentou muito na região e as irregularidades também. Portanto, essas operações conjuntas são fundamentais para defender a profissão e proteger a sociedade -, afirmou.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia por infringir o Art. 47 do decreto Lei 3688/41, combinado com a Lei federal 9696/98, que regulamenta a profissão de Educação Física.

Fonte:CREF13/BA-SE

Atenção:
O Conselho Federal de Educação Física - CONFEF
não envia mensagens eletrônicas não autorizadas, sendo terminantemente contra qualquer prática de Spam.