Sexta-feira, 28 de abril de 2017
Fale conosco
Nº 176 - Janeiro 2016
Boletim Eletrônico do CONFEF
Inscrições abertas para residência profissional



Estão abertas até a próxima quarta-feira, 04/02, as inscrições para a Residência Multiprofissional em Atenção Básica em Apucarana (PR). A Pós-Graduação lato sensu (Especialização) é voltada para a educação em serviço e destinada às categorias que integram a área de saúde excetuada a médica.

Consiste em um programa de cooperação intersetorial para favorecer a inserção qualificada dos jovens profissionais da saúde no mercado de trabalho, particularmente em áreas prioritárias do Sistema Único de Saúde.

Saiba como participar aqui.



Vitória da Educação Física escolar em São Paulo

Atendendo aos anseios dos Profissionais de Educação Física da rede estadual de educação, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo publicou a Resolução SE 4, de 15 de janeiro de 2016, que dispõe sobre Atividades Curriculares Desportivas (ACDs) nas unidades escolares da rede pública estadual, restabelecendo o procedimento de atribuição das ACDs no processo inicial de atribuição de classes e aulas.

Foi também publicada a Resolução SE 5, de 15 de janeiro de 2016, a qual estabelece que a atribuição de aulas das turmas de ACDs será efetuada juntamente com as aulas do ensino regular, no processo inicial e/ou durante o ano, observando critérios de habilitação e qualificação docente.

Em 18 de dezembro de 2015, o Presidente do CREF4/SP, Nelson Leme da Silva Junior [CREF 000200-G/SP], encaminhou ofício à Coordenação de Gestão da Educação Básica da Secretaria Estadual de Educação (ver notícia), com o objetivo de expor as dificuldades enfrentadas pelos Profissionais de Educação Física em razão do procedimento de atribuição das ACDs até então regulamentado pela Resolução SE 74/2014, que agora foi revogada.

A exigência de registro profissional no Sistema CONFEF/CREFs para o docente da disciplina de Educação Física foi mantida no art. 5º, §7º, da Resolução SE 75, de 28 de novembro de 2013. Trata-se, portanto, de condição essencial para a atribuição de aulas.

Fonte: CREF4/SP

CREF13/BA-SE fiscaliza 10 cidades baianas

O CREF13/BA-SE fiscalizou 118 estabelecimentos, em 10 cidades da Bahia, ao longo da primeira quinzena de janeiro. Na oportunidade, os agentes de fiscalização do CREF13/BA-SE flagraram seis pessoas no exercício ilegal da profissão.

Em Salvador e Lauro de Freitas a fiscalização visitou 77 estabelecimentos esportivos. Os bairros percorridos na capital baiana foram: Brotas, Cajazeiras, Cosme de Farias e o Subúrbio interior baiano, os municípios foram: Valença, Laje, Jiquiriça, Jaguaquara, Santa Inês, Ubaíra, Itaquara e Mutuípe.

Ao todo, 41 estabelecimentos foram fiscalizados no interior baiano, sendo 17 em Valença, 13 em Jaguaquara e os outros 11 nas cidades de: Itaquara, Santa Inês, Ubaíra, Jiquiriçá, Mutuípe e Laje. Entre as academias fiscalizadas: 14 não possuíam registro no CREF e seis estavam sem supervisão de um Profissional.

Fonte: CREF13/BA-SE

Professor Tojal é homenageado em Campinas (SP)

Com uma trajetória notável e dedicada ao desenvolvimento da Educação Física no país, o Conselheiro Federal Dr. João Batista Andreotti Gomes Tojal [CREF 000003-G/SP] foi homenageado no último sábado, 30/01, pelo CREF4/SP. O professor foi agraciado com a denominação de seu nome à Unidade Seccional do Conselho, em Campinas, inaugurada no ano passado.

O Professor Tojal foi um dos primeiros membros do CONFEF e participou da criação do CREF4/SP, atuou desde o início na elaboração e implantação do Código de Ética Processual e também do Código Processual de Ética do Sistema CONFEF/CREFs.

Graduado em Educação Física pela PUC Campinas, o Professor Tojal é Mestre em Filosofia da Educação pela Universidade de Piracicaba, Doutor em Motricidade Humana pela Universidade de Lisboa, é Professor Titular Aposentado da UNICAMP, autor de livros e artigos científicos na área de Educação Física e Desportos.

Academias ao ar livre de MS terão Profissional de Educação Física

As academias ao ar livre de Campo Grande deverão ter Profissionais de Educação Física e estagiários para orientar os usuários de segunda-feira a sábado das 6h às 9h e das 17h às 20h.

De acordo com a lei, cada região terá um Profissional e cada praça ou parque com academia ao ar livre, dois estagiários. Para isso, a prefeitura poderá formar convênios ou termos de cooperação com entidades de ensino superior de educação física para contratação de estagiários.

As atividades físicas poderão ser realizadas individualmente, ou em grupos divididos de acordo com as características dos participantes. As despesas deverão ser de verbas próprias, consignadas em orçamento e suplementadas se necessárias.

Fonte: G1

No Piauí, lei exige Responsável Técnico graduado em academias

Uma lei de autoria do deputado estadual Flávio Nogueira Júnior determina que as academias de ginástica e demais estabelecimentos de prática esportiva somente funcionem sob a responsabilidade técnica de um Profissional de Educação Física. A obrigatoriedade está relacionada na Lei Nº6.760, já sancionada pelo governador Wellington Dias e publicada no Diário Oficial do Estado.

De acordo com a lei, para a frequência nos estabelecimentos, é obrigatório o preenchimento de um questionário de Prontidão para Atividade Física. A ideia, segundo o deputado, é garantir uma segurança aos praticantes de atividade física, para que os mesmos possam praticar somente aquela atividade que não traga prejuízos à saúde.

“Todo mundo sabe que praticar atividade física sem o acompanhamento de um profissional é arriscado. A atividade física é benéfica à saúde, mas somente se for feita a maneira correta. Se for feita sem acompanhamento, sem supervisão, pode trazer prejuízos maiores. Por isso, a necessidade da elaboração da lei”, ressaltou o parlamentar.

Em caso de descumprimento, as academias estão sujeitas à penalidades, que vão desde advertência, aplicação de multa, até a interdição total ou parcial do estabelecimento.

Fonte: Cidade Verde

Profissional vai participar da organização das Olimpíadas do Rio

O Profissional de Educação Física Kellermann Luiz Figueiredo Zanotti [CREF 000178-G/MS], que trabalha na Fundação Municipal de Esporte (Funesp) em Campo Grande (MS), foi convidado para participar da organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Indicado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Kellermann vai gerenciar as operações técnicas da modalidade nos Jogos, que começam em 05/08 e seguem até o dia 21/08. O professor permanece no Rio de janeiro até setembro, quando acontecem os Jogos Paralímpicos.

“Será uma ótima oportunidade de trabalhar de forma mais ampla na organização das Olimpíadas. Esses eventos com importância internacional fazem parte do objetivo de todos os que trabalham com atividade esportiva, e o convite me deixou muito honrado, além de coroar um trabalho de muitos anos” comemora Kellermann.

além de coroar um trabalho de muitos anos” comemora Kellermann. Em 2016, Kellermann completou 30 anos de vida profissional e como servidor público da prefeitura. Já desenvolveu diversos projetos de rendimento e desporto na Funesp. Além de ser certificado pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), também já participou da arbitragem de várias competições regionais, nacionais.

Fonte: Globo Esporte

Biblioteca CONFEF recebe obras



Direito Esportivo: Debate e Crítica é uma coletânea de artigos sobre Direito Desportivo reflete os debates ocorridos no I Simpósio Científico de Direito Desportivo da Universidade Federal de Goiás, realizado em conjunto ao Ministério do Esporte, em Goiânia, entre 08 e 09 de maio de 2014. São oito textos escritos por autores brasileiros e estrangeiros.










O livro Recreação Total reúne prática com teoria, estratégias recreativas consagradas, novas áreas de atuação, enfim, material atualizado sobre a recreação em suas múltiplas manifestações e desafios. A obra foi organizada pelos Profissionais Hani Zehdi Amine Awad [CREF 004655-G/PR] e Giuliano Gomes de Assis Pimentel [CREF 000804-G/PR].




O CONFEF agradece pelo recebimento das obras de tamanha relevância para os Profissionais de Educação Física.

Atenção:
O Conselho Federal de Educação Física - CONFEF
não envia mensagens eletrônicas não autorizadas, sendo terminantemente contra qualquer prática de Spam.