Sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Fale conosco
Nº 192 - Outubro 2016
Boletim Eletrônico do CONFEF
Profissionais de Educação Física são homenageados na Câmara dos Deputados

Ainda como homenagem ao Dia do Profissional de Educação Física, a Câmara dos Deputados promoveu, no dia 07/10, uma Sessão Solene alusiva à data. Na ocasião, deputados e convidados ressaltaram a importância da atividade para a saúde da população e defenderam a obrigatoriedade da disciplina na grade curricular das escolas.

Autor do requerimento para a realização da sessão, o deputado Evandro Roman [CREF 000958-G/PR], que também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano, afirmou que o governo deve incentivar a prática de atividades físicas porque esse hábito vem sendo deixado de lado pela população devido, principalmente, aos avanços tecnológicos. “No passado, a atividade fazia parte do cotidiano. Depois das revoluções industriais, a maioria das pessoas optou pela lei do menor esforço."

Compuseram a mesa da sessão o Presidente do CREF9/PR Antônio Eduardo Branco [CREF 000009-G/PR], representando o CONFEF, o Presidente do CREF7/DF Patrick Aguiar [CREF 003132-G/DF], o Vice-Presidente do CREF9/PR Cesar Macuco [CREF 011332-G/PR], a Representante da Comissão de Educação Física Escolar do Núcleo de Educação de Umuarama Silvia Sucupira [CREF 000596-G/PR], o Coordenador de Educação Física do Instituto de Ensino Superior de Brasília Sérgio Avelino [CREF 003561-G/DF] e o Profissional de Educação Física Pedro Guimarães [CREF 008553-G/DF].

Em mensagem enviada à sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ressaltou a necessidade de estimular a população a fazer exercícios físicos. “Ainda temos um longo caminho para conseguir oferecer aos cidadãos o direito de acesso a uma saúde de qualidade”, afirmou.

Confira a homenagem na íntegra aqui.

Fonte: Câmara dos Deputados

Sistema CONFEF/CREFs busca apoio contra retirada da Educação Física do Ensino Médio

Após a sessão na Câmara, o Presidente do CONFEF, do CREF9/PR, Conselheiros e o Deputado Evandro Roman se reuniram com o Ministro da Educação, Mendonça Filho.

O Ministro recebeu os representantes do CONFEF e do CREF9/PR no Gabinete do Ministério da Educação para discutir assuntos pertinentes à Educação Física em todos os níveis da educação. O Sistema CONFEF/CREFs se colocou à disposição do Ministério para que possam fortalecer a Educação Física Escolar, beneficiando a sociedade e os Profissionais de Educação Física.

O presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber, aproveitou a ida à Brasília para visitar também os gabinetes de Deputados e Senadores a fim de reforçar a necessidade da Educação Física no Ensino Médio.

Em audiência pública na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados para falar sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e o legado dos megaeventos, realizada no dia 05/10, o Ministro do Esporte Leonardo Picciani já havia se posicionado contra a Medida Provisória que retira a obrigatoriedade das aulas de Educação Física do currículo do Ensino Médio.

“Minha posição enquanto Ministro do Esporte é na defesa da permanência da Educação Física como matéria curricular obrigatória. Mas é inegável que o Ensino Médio precisa de uma reforma que modernize, aumente o interesse e o torne mais contemporâneo e aplicável à vida das pessoas”, opinou. “A efetividade da prática não é uma questão curricular. Não creio que devemos parar por aí. Devemos avançar na prática da Educação Física, ofertando a disciplina ao total de estudantes, seja com a presença de profissionais da área ou com a oferta de equipamentos e modalidades”, prosseguiu.

Fórum de Educação Física Escolar acontece este mês em João Pessoa

De 20 a 22 de outubro, o CREF10/PB promove o Fórum de Educação Física Escolar. É a oportunidade para que Profissionais de Educação Física formados nos cursos de Licenciatura apresentem as experiências exitosas que desenvolveram no espaço escolar, contribuindo para a melhoria do processo ensino aprendizagem.

Este ano, o Fórum tem como tema “Formação e Intervenção em Educação Física Escolar: unindo forças para valorizar a profissão” e demonstra uma preocupação do Conselho com o desenvolvimento da Educação Física Escolar na Paraíba.

O evento, realizado no auditório do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), aberto a estudantes, demonstra a preocupação com o desenvolvimento da Educação Física Escolar em nosso estado, possibilitando um espaço de discussão, aprimoramento e troca de experiências e acontece em um momento mais que oportuno, quando uma Medida Provisória apresentada pelo Governo Michel Temer altera consideravelmente a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

A programação do Fórum conta ainda com palestra do Presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber [CREF 000002-G/RJ], bem como cursos, mesas redondas e lançamentos de livros.

Também no dia 22/10, no Espaço de Vivência Acadêmica (EVA) do Unipê, em João Pessoa, o Conselho promoverá o 1º Encontro de Coordenadores de Educação Física do Estado da Paraíba. O evento contará com a participação do Presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber, o Presidente do Conselho na Paraíba, Francisco Martins da Silva [CREF 000009-G/PB], além de palestra com a Conselheira Federal do CONFEF, Iguatemy Maria de Lucena Martins [CREF 000001-G/PB].

Fonte: CREF10/PB

Boletim Eletrônico CONFEF
Treinamento Funcional: Intervenção do Profissional de Educação Física

O Conselho Federal de Educação Física – CONFEF, diante da decisão do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – COFFITO, de autorizar os seus profissionais para atuar com Treinamento Funcional, vem esclarecer aos Profissionais de Educação Física e a sociedade em geral:

1 - Por força da Lei 9696/98 apenas os Profissionais de Educação Física detêm a prerrogativa do exercício profissional no Treinamentos especializados, onde se insere o Treinamento Funcional;

2 - A Resolução CONFEF nº 046/2002 define o Treinamento como área de intervenção do Profissional de Educação Física;

3 - O Decreto-Lei nº 938, de 13 de outubro de 1969, “dispõe como atividade privativa do Fisioterapeuta executar métodos e técnicas fisioterápicos, com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente”. Observe que o texto legal se refere ao paciente, ou seja: pessoa que padece doente, que está sob cuidados médicos.

Dessa forma, o CONFEF entende que a decisão do COFITTO, ao tentar legalizar a intervenção dos seus profissionais em um campo legalmente delimitado da Educação Física e dos seus profissionais, caracteriza um ato administrativo particular que fere frontalmente o arcabouço legal em vigor, além de macular o respeito às competências específicas das profissões regulamentadas.

Diante deste quadro, o CONFEF cumprindo a sua missão de resguardar as competências do Profissional de Educação Física e a qualidade dos serviços prestados à sociedade, reafirma que o exercício profissional no Treinamento Funcional deve ser desenvolvido por profissionais de Educação Física, conforme define a Lei 9696/98 e legislação vigente, e solicita que qualquer prática que esteja sendo realizada em desacordo com esta orientação seja denunciada ao Sistema CONFEF/CREFs.

USP pesquisa o legado das Olimpíadas 2016 para educação dos treinadores

A professora e pesquisadora da USP Ana Lúcia Padrão dos Santos [CREF 007308-G/SP] está executando a pesquisa "Jogos Olímpicos Rio 2016: o legado para educação dos treinadores", que tem como objetivo identificar o legado dos Jogos Olímpicos 2016. O projeto tem caráter documental, e as instituições pesquisadas serão as Confederações Esportivas envolvidas nos Jogos Olímpicos Rio-2016, as Instituições de Ensino Superior que oferecem cursos de Educação Física, os CREFs, o CONFEF e o Comitê Olímpico Brasileiro.

A pesquisa tem a finalidade de capacitar e aprimorar os treinadores esportivos e os estudantes de cursos de Educação Física, a partir da detecção, registro e análise de atividades educacionais e científicas relacionadas ao evento. Serão registrados neste estudo eventos educacionais, científicos e de capacitação de treinadores esportivos, incluindo conferências, seminários, fóruns, cursos, simpósios, workshops, palestras e similares que tenham como público-alvo estudantes dos cursos de Educação Física ou Profissionais de Educação Física habilitados a trabalhar como treinadores esportivos e que, em seu conteúdo, expressem alguma relação com os Jogos Olímpicos. O período de coleta é de janeiro a dezembro de 2016.

Dados para a pesquisa poderão ser enviados para o e-mail projeto.pesquisa.rio.2016@gmail.com

Unifor e CREF5/CE assinam acordo de cooperação técnica

A Universidade de Fortaleza e o CREF5/CE assinaram, no dia 05/10, um acordo de cooperação técnica, durante solenidade realizada no campus da Unifor, que contou com a presença de professores e alunos, diretores do CREF5 e Profissionais de Educação Física.

“Com o convênio, a Unifor fortalece sua parceria com entidades representativas das categorias profissionais do Ceará, estabelecendo benefícios não só para seus associados e funcionários, mas também para seus dependentes, incluindo pais, filhos e esposos”, declarou Lia Brasil, coordenadora do curso de Educação Física da Unifor.

O presidente do CREF5, Jorge Henrique Monteiro, declarou-se emocionado por voltar à Universidade depois de longos anos de sua formatura. “Além de emocionado, estou também muito feliz por contribuir para a formalização dessa parceria entre o CREF5 e a Unifor, e que tantos benefícios vai gerar para formação de Profissionais de Educação Física de excelência em nosso estado”, salientou.

O professor Ralciney Barbosa [CREF 000228-G/CE], docente do curso de Educação Física e presidente da Comissão de Ética do CREF5/CE, disse que a assinatura do convênio “representava a realização de um sonho antigo, que era o de aproximar a entidade da Universidade de Fortaleza, e que esta seja a primeira de várias parcerias entre as duas instituições”.

Fonte: G1

Boletim Eletrônico CONFEF
Atenção:
O Conselho Federal de Educação Física - CONFEF
não envia mensagens eletrônicas não autorizadas, sendo terminantemente contra qualquer prática de Spam.