Sábado, 29 de abril de 2017
Fale conosco
Nº 41 - Março de 2010
Boletim Eletrônico - Nº 41
Gestores municipais e estaduais começam mobilização para III CNE
Os gestores já começaram a mobilização para realizar etapas municipais e/ou regionais da III Conferência Nacional do Esporte (CNE). Essas etapas da Conferência devem ser realizadas em conformidade com o regulamento da etapa estadual, norteando a definição de pontos como o calendário e o número de delegados eleitos. O prazo para convocação das etapas municipais e/ou regionais vai até o dia 11 de março. Caso o poder público não convoque essa etapa até o término do prazo, a sociedade civil poderá convocar, apresentando essa proposta à Comissão Organizadora Nacional e constituindo uma comissão organizadora local para coordenar o processo.
É de fundamental importância a participação dos Profissionais de Educação Física neste processo. A direção e os rumos das políticas públicas e dos planos relacionados ao esporte dependem da presença de cada profissional nas conferências municipais e estaduais e da eleição dos delegados para participar dos momentos decisórios na etapa nacional, em junho.
Para mais informações, clique AQUI e acesse o site da III Conferência Nacional do Esporte.
PARTICIPE! ESTE É O MOMENTO!

Fonte: Ministério do Esporte
CREF e MPT fiscalizam contratações irregulares
A contratação de profissionais e estagiários de Educação Física para academias, clubes e outros estabelecimentos será fiscalizada pelo CREF11/MS-MT e pelo Ministério Público Federal do Trabalho (MPT), para tentar acabar com irregularidades e abusos das empresas.
Segundo o presidente do Conselho, Domingos Sávio da Costa, a fiscalização em conjunto com a Procuradoria servirá para coibir a prática irregular. “Nós vamos, em parceria, fiscalizar a atuação dos acadêmicos como estagiário e as contratações irregulares. Quando a irregularidade for constatada, a Procuradoria irá usar as ferramentas legais para punir a empresa”, afirmou.
A procuradora chefe do MPT, Dra. Rosimara Delmoura Caldeira, explicou que muitas academias buscam mão-de-obra barata e, por isso, contratam de forma irregular o estagiário, que acaba desempenhando funções fora das atividades extracurriculares exigidas.
Para dar início as investigações, o CREF11/MS-MT irá encaminhar à Procuradoria ainda neste mês as representações com os históricos de alguns estabelecimentos que apresentaram irregularidades nas contratações.
Fonte: Capital News(MS)
Novos esportes nas aulas de Educação Física de SP
Em 2010, o rugby, o baseball, o frisbee, o badminton e o tchoukball devem chegar a mais de 485 mil alunos do 2º ano do Ensino Médio da Rede Estadual de Educação de São Paulo. As modalidades esportivas, pouco conhecidas no Brasil, constam desde 2008 na proposta curricular das escolas estaduais desenvolvida pela Secretaria de Estado da Educação e já fazem sucesso em algumas regiões.
A orientação da Secretaria é que os professores promovam a experiência com os esportes alternativos sugeridos e os apliquem durante o 3º bimestre do 2º ano do Ensino Médio. A ideia é não restringir as experiências dos alunos às quatro modalidades esportivas tradicionais da Educação Física Escolar (Futsal, Handebol, Basquetebol e Voleibol). Nos cadernos do aluno e do professor deste ano, haverá instruções específicas para cada um dos esportes alternativos..
Clique AQUI e leia a matéria na íntegra.
Fonte: Repórter Diário
Boa notícia para os amantes do futebol
Um estudo realizado por pesquisadores de mais de 50 países sugere que jogar futebol faz mais bem à saúde do que correr ou levantar pesos. A intensidade e a variedade dos movimentos envolvidos numa partida incluindo chutes, giros, corridas e passes e oferecem um exercício mais completo, apontam os cientistas.
Entre os benefícios do futebol estão a diminuição dos riscos de doenças cardíacas, já que ele reduz a pressão sanguínea e os níveis de colesterol, além de ser um ótimo exercício para perder peso. Principalmente pela maneira como age no coração, o futebol é melhor que levantar pesos nas academias ou sair para uma corrida.
Clique AQUI e leia toda a matéria.
Fonte: Veja On-line
Nota de pesar
O Sistema CONFEF/CREFs manifesta profundo pesar pelo falecimento do jurista Marcílio César Ramos Krieger. Um dos criadores do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), Krieger é uma referência no estudo do Direito Desportivo e um defensor da atividade física orientada por Profissional de Educação Física.