Quarta-feira, 16 de agosto de 2017
Fale conosco
Nº 56 - Outubro 2010

Parabéns professor!

Professor: profissional da educação, da cultura, da formação. Aquele que ensina, que orienta a criança e o jovem para a vida. Professor não é apenas aquele que dissemina conhecimentos, regras e raciocínios, mas principalmente aponta caminhos, estimula e desenvolve o poder de crítica, questionamento e, acima de tudo, transformação.

Professor de Educação Física: profissional da inclusão social, dos valores, da educação. Profissional que atua fundamentado no respeito à diversidade e na adoção de hábitos saudáveis de vida, permitindo aos alunos compreender, participar e transformar a realidade.

Agente de mudanças, o professor de Educação Física visa à melhoria constante das condições gerais dos seus alunos, além de ampliar a concentração, a cooperação, o espírito de equipe e o respeito ao meio ambiente, trazendo resultados positivos para a aprendizagem, o desempenho escolar e a formação cidadã.

Educador, amigo, professor: da vida e para a vida!

Dia 15 de Outubro – Dia do Professor!

Uma homenagem do CONFEF a todos os professores do Brasil!

Encontro dos CREFs Norte, Nordeste e Centro-Oeste
Entre os dias 23 e 25 de setembro, aconteceu em Brasília-DF o Encontro dos CREFs das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Promovido pelo CONFEF, o objetivo foi fomentar a discussão, interação e troca de experiências entre os gestores de diferentes áreas dos Conselhos Regionais, visando a melhor atender os profissionais de Educação Física das suas respectivas regiões de abrangência.

Os presidentes, conselheiros e colaboradores aproveitaram para tirar dúvidas sobre processos e procedimentos, buscando aperfeiçoar as práticas de gestão, administrativas, jurídicas e de fiscalização dos CREFs.

Participaram do encontro o CREF5/CE-MA-PI, CREF7/DF, CREF8/AM-AC-AP-PA-RO-RR, CREF10/PB-RN, CREF11/MS-MT, CREF12/PE-AL, CREF13/BA-SE e CREF14/GO-TO.
O CONFEF em Santa Catarina
Nos dias 22 e 23 de setembro, a conselheira federal Prof. Iguatemy de Lucena ministrou palestras nas cidades de Florianópolis e Mafra, em Santa Catarina, para dirigentes da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC) e da Universidade do Contestado (UnC), respectivamente.

“O objetivo dos encontros foi abordar as adequações que devem ser feitas nos projetos pedagógicos dos cursos de Educação Física da região, de modo a atender às exigências legais quanto às resoluções de formação estabelecidas pelo MEC para o registro profissional dos egressos desses cursos”, explicou a conselheira.

A palestra foi iniciada com a apresentação do filme institucional do CONFEF, seguido de uma abordagem sobre o trabalho que vem sendo realizado pela Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do Conselho.

“O assunto foi bastante debatido pelos participantes, contando com relatos das situações locais. Ficou deliberado que as instituições irão retomar os trabalhos com vistas ao atendimento das normas vigentes para a formação superior em Educação Física”, ressaltou a Prof. Iguatemy.

O presidente do CREF3/SC, Prof. Marino Tessari, bem como a gestora do Conselho Regional, Prof. Marli Ignacio da Silva, também participaram dos eventos.
Combinar café com exercício físico pode ser um risco
Dados apresentados pelo Hospital Universitário de Zurique, na Suíça, não veem com bons olhos a parceria café e atividades físicas. No estudo, pesquisas levantaram a hipótese de que a cafeína poderia baixar o rendimento dos exercícios a longo prazo. Ela não é tão inofensiva quanto se imaginava e a ingestão de café não seria indicada nem mesmo antes da prática esportiva.

Sabe-se que o café contém substâncias e propriedades que estimulam o sistema nervoso, ajudando a manter o poder de concentração. A bebida também tem poder antioxidante, que colabora com a redução dos índices de risco de doenças como o diabetes. Além disso, a cafeína também estaria associada à diminuição das dores musculares pós-atividade física e ao metabolismo, auxiliando na queima de gordura.

Mas os médicos suíços acreditam que misturar a bebida com atividade física é um risco. Os estimulantes contidos na bebida colaboram para o aumento da frequência cardíaca e, em longo prazo, esses riscos aumentam a pressão arterial, deixando o organismo suscetível às doenças vasculares. A orientação é que o consumo do café seja feito duas horas antes ou após as refeições principais, não ultrapassando três xícaras ao dia, e nunca antes ou depois da atividade física.

Fonte: Abril.com.br
Malhadora de 102 anos dá lição a jovens sedentários
SUN CITY, Flórida – Um programa de televisão produzido pelo canal BBC3 levou quatro jovens britânicos sedentários aos Estados Unidos para viver com alguns dos aposentados mais saudáveis do mundo, entre eles Ida Wasserman, que, aos 102 anos, faz musculação todos os dias. Ida é a estrela da comunidade para idosos Sun City, na Flórida, onde os aposentados fazem o que podem para limitar os efeitos da idade.

Ela se mudou para lá com quase cem anos, para morar perto da filha, então com mais de 70, que sugeriu que fizesse exercícios. Com a malhação, a idosa deixou de usar bengala e passou a ser muito mais independente.

Inspiração para os mais jovens

Por ter começado a malhar com uma idade tão avançada, Ida se tornou uma inspiração para outros aposentados e também para os jovens britânicos, que assistiram boquiabertos a uma de suas sessões de musculação.

“Vocês acham isso difícil?”, perguntou Ida rindo após se exercitar na cadeira adutora. “Eu acho muito fácil...”.

“Depois de ver isso, não tenho mais desculpas para não me exercitar”, disse Caroline Miller, uma britânica de 22 anos que conta que o único exercício que faz é caminhar até o carro.

Clique AQUI e confira a matéria na íntegra.

Fonte: O Globo / BBC Brasil
ERRATA
O Boletim CONFEF nº 54 errou na matéria intitulada “O perigo dos anabolizantes”. Na verdade, a reportagem do programa “Fantástico”, da TV Globo, exibida no dia 12 de setembro, se referia ao uso dos falsos anabolizantes, prejudiciais à saúde e que vem aumentando em todo o país – principalmente na Região Nordeste, segundo o programa.