Sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Fale conosco
Nº 64 - Março 2011

Projeto prevê a qualificação de profissionais de Educação Física

Fortaleza/CE – O Ministério do Esporte e o Grupo de Comunicação O Povo (CE), em parceria com o Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região (CREF5/CE-MA-PI), lançaram o projeto “Olimpíada e Cidadania”. A iniciativa visa à qualificação dos profissionais de Educação Física para a formação de atletas e cidadãos, tendo como gancho a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

O projeto inclui aulas por fascículos impressos e DVDs. Será utilizada a tecnologia do ensino à distância, que também inclui ferramentas, como um hotsite, linha 0800 e videoaulas. O curso terá início em abril e tem como público-alvo profissionais de Educação Física do Ceará, Piauí e Maranhão, devidamente registrados no Conselho. Em caso de vagas ociosas, estudantes de Educação Física com mais de 50% do curso completo, também poderão participar.

“O projeto chama a atenção para a importância do Profissional de Educação Física”, ressaltou o presidente do CREF5/CE-MA-PI, Prof. Antônio de Pádua Soares. “Esse curso vem para qualificar os profissionais por conta dos eventos esportivos previstos para o Brasil”, completou o conselheiro federal, Prof. Ricardo Catunda.

Também presente na cerimônia de lançamento, o presidente do CONFEF, Prof. Jorge Steinhilber, parabenizou a iniciativa, lembrando que ela envolve a formação com cidadania. Segundo ele, o convênio é um trabalho de inclusão social, do qual os profissionais de Educação Física são os principais agentes neste processo. “Com ele (o projeto) não criaremos apenas campeões de medalhas, mas campeões para a vida”.

Participaram da cerimônia de lançamento do projeto o prefeito em exercício de Fortaleza, Acrísio Sena (PT), o chefe de gabinete do Ministério do Esporte, Vicente José de Lima (representando o ministro Orlando Silva), o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), os deputados federais Osmar Junior (PCdoB-PI), André Figueiredo (PDT-CE), Domingos Neto (PSB-CE) e João Ananias (PCdoB-CE), além de outros deputados e vereadores locais.

Vale destacar que pela primeira vez a tônica dos discursos foi quanto ao reconhecimento da importância do Profissional de Educação Física como o principal agente de formação e desenvolvimento do esporte, diferentemente de outros eventos em que, ao abordar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos de 2016, a ênfase é na conquista de medalhas.

Fontes: O Povo / CREF5/CE-MA-PI
PE: profissionais de Educação Física deverão ser inscritos no Conselho

A Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco, através do ofício 0026/2011 do Procurador Flávio Germano de Sena Teixeira, atendendo a um pedido do Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região (CREF12/PE-AL), orientou a Secretaria de Esportes que dê ciência à Secretaria de Educação para que inscreva todos os profissionais de Educação Física do Estado de Pernambuco no Conselho.

O documento determina ainda que a Secretaria de Esportes deve reclamar nos regulamentos de competições escolares realizadas no estado, como requisito para atuação como técnico, assistente técnico e fisicultor, a inscrição profissional no Sistema CONFEF/CREFs.

Para o presidente em exercício do CREF12/PE-AL, Prof. Claudiomar Feitosa, esse é um grande avanço na qualidade e segurança dos serviços prestados pelos profissionais de Educação Física à sociedade, especialmente aos alunos, que terão como orientadores profissionais habilitados para o exercício da profissão. “Como pioneiro, o Estado de Pernambuco sai na frente ao defender que todos os estudantes sejam atendidos por profissionais de Educação Física habilitados em seu respectivo Conselho Profissional”, afirmou.

Fiscalização em Caxias do Sul-RS

O CREF2/RS vem realizando desde o dia 28 de fevereiro fiscalização com os profissionais que trabalham nos clubes de futebol Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul e Esporte Clube Juventude, em Caxias do Sul. Aproveitando a visita ao município, os agentes fiscalizadores irão verificar também algumas denúncias feitas sobre estabelecimentos que realizam atividades físicas irregulares.

Fontes: CREF12/PE-AL / CREF2/RS
Alongar ou não, eis a questão

Fazer alongamento antes de iniciar uma corrida não evita a ocorrência de lesões musculares. Pelo menos é o que diz uma pesquisa da Universidade de Washington, nos EUA, que analisou os efeitos da corrida tanto em pessoas que não se alongam quanto em outras, que fazem os exercícios.

O estudo contou com três mil voluntários, que corriam menos de 16 km por semana. Durante três meses, metade deles se alongava por até cinco minutos antes da atividade física. O restante correu sem se alongar. Nos dois grupos, a proporção de atletas que sofreu lesões foi parecida: 16% do total.

O ortopedista especializado em trauma do esporte Dr. Luis Fernando Funchal pondera: embora a pesquisa mostre que, para lesões de corrida, o alongamento não tenha influência, aquecer-se pode trazer outros benefícios.

Clique AQUI para continuar lendo a matéria.

Fonte: O Dia (RJ)
Agradecimentos

O CONFEF agradece ao Instituto Piaget pela doação da obra “Epistemologia da Educação Física” e à Universidade FEEVALE e APEF/RS pelo livro “A Fundação da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul – APEF/RS”.

Organizado pelo conselheiro do CONFEF, Prof. João Batista Tojal, o livro “Epistemologia da Educação Física” é resultado da construção de um estudo com a colaboração de diversos autores que participaram do I Congresso Internacional de Epistemologia da Educação Física, promovido pelo Conselho Federal. A obra pretende chamar a atenção dos profissionais de Educação Física e demais estudiosos sobre o tema, uma vez que “episteme” representa ciência, conhecimento e que existem situações, condições, características e práticas que devem ser analisadas sob a ótica da Filosofia.

Já o livro “A Fundação da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul – APEF/RS”, um belo trabalho realizado pelos profissionais de Educação Física Sérgio Roberto de Brito Martini (CREF 007371-G/RS), Janice Zarpellon Mazo (CREF 003293-G/RS), Vanessa Bellani Lyra Onzi (CREF 007479-G/SC) e Álvaro Fernando Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS), conta a história da associação ao longo dos seus 65 anos de existência.